domingo, 23 de maio de 2010

O ATARI DE MOZART


Este tópico deveria se chamar, na verdade, "Mozart para Atari", mas talvez você não desse a menor bola para o assunto.

Se, aparentemente, estes dois ícones não têm nada em comum, pode ir mudando seus conceitos, pois Mozart e jogos são temas muito próximos.


As duas primeiras imagens do post já identificam esta proximidade: estamos falando de Musikalisches Würfelspiel, isto é, do Jogo Musical de Dados, criados pelo jovem Wolfgang.

Caso você não saiba, Mozart era um jovem brilhante, que já compunha suas primeiras peças aos cinco anos, unindo música e matemática.

Neste jogo, Mozie criou uma tabela de números com correspondência sonora para cada numeral. O objetivo do jogo é, ao rolar os dados, compor um minueto de sonoridades aleatórias mas nem por isso dissonante. Na verdade, é incrível como o resultado final pode soar triunfante, romântico ou cômico, sempre com grande dose de coerência e harmonia.


Em 1991, Chris G. Earnshaw, da Universidade de Cambridge, criou o jogo "The Dice Waltz", para o finado computador Atari, baseado na estrutura deixada pelo músico dois séculos antes.

O jogo ainda está disponível, agora em versão online para você também se sentir um gênio da música. Veja
este link, por exemplo.


Agora, o onipresente iPhone também já conta com um programinha para você criar seus próprios minuetos mozartianos. Aqui está uma telinha do programa, mas você pode conhecer mais detalhes do soft
neste link.

Se quiser baixar uma versão, há um arquivo Zip nesta página.
E você achou que chiptunes era coisa da atualidade, né?


Abaixo, uma vídeo-demonstração em italiano do jogo em andamento.

2 comentários:

Rodrigo disse...

Olha, ainda bem que existem games com essa premissa. Afinal, um semi analfabeto musical como eu, só consegue compor alguma coisa com ajuda específica. kkkkk

Muito interessante o post. Parabéns!!

clauklein disse...

Putz, que demais isso!!! Só vc mesmo Kao, para trazer estas coisas à tona :) Legal!