sábado, 13 de dezembro de 2008

LOUCOS POR ARCADES


Os japoneses sempre foram loucos por arcade games.

Embora o mercado mundial tenha sido praticamente dominado em toda a primeira década de existência pelo lançamento de arcades norte-americanos, a paixão dos japoneses por estas máquinas é notória, como bem relatam fatos como a carência de moedas de 100 ienes em virtude do sucesso de Space Invaders (leia mais aqui) ou da sacada brilhante de Toru Iwatani para atrair também o público feminino para os arcades, como afirmou o criador (e que você pode conferir nesta reportagem).

Está saindo pela da Amazon em pré-venda o livro que pode explicar essa intensa relação do povo com a cultura do entretenimento eletrônico, que tem o título direto e óbvio de "Arcade Mania - The Turbo-Charged World of Japan's Game Centers".

Naturalmente, ainda não pude colocar minhas mãos tupiniquins no livro, mas parece ser uma interessante compilação de fatos e curiosidades ligados às pessoas que frequentam e amam arcades, um ambiente ainda hoje comum nas cidades japonesas e rotineiramente frequentado por homens de negócio, meninas em idade escolar e gente comum em geral. Alguns destes locais são famosos por sua longevidade, como é o caso do Shibuya, um fliperama que mantém máqunas de vinte ou mais anos de idade em perfeito estado para o desfrute de seus clientes (veja imagem abaixo).


Os reviews apresentados na rede não são unânimes na opinião em relação ao produto, mas parecem indicar um entretenimento tão leve quanto uma partida de Pacman.

O Edge online opina que o livro parece "uma miscelânia da cultura japonesa de fliperama" e que a introdução do próprio livro o apresenta como "um guia turístico, oferecendo uma janela para os arcades, mais do que um velho e chato 'livro de história'".


O blog da Wired é mais receptivo ao trabalho e afirma que "o livro tenta oferecer uma visão interna de como os centros de jogo (eletrônico) japoneses permanecem um caminho vital para a apreciação de jogos naquele país".
Por fim, encontrei um vídeo no Youtube sobre o lançamento do livro, o que mostra uma campanha de marketing intensa em torno do material. Se puder, confira o trabalho de Brian Ashcraft, que é colaborar do blog Kotaku e entende bem do assunto.
Depois, me empreste o livro, ok?



2 comentários:

Cezar Berger Junior disse...

Caramba, parabéns pelo blog com conteúdo excepcional e único. Hoje em dia é difícil achar um blog que fale sobre jogos e arcade sem ser vazio e focando unicamente o download de ROMs e Emuladores. Parabéns!

Vou estar em duas palestras suas no evento Game Cultura 2008. Estou ansioso pela de Design de Personagens em 8 Bits (lembras Pitfall e os velhos tempos é sempre um prazer).

Abraços!

cyberkao disse...

Valeu pelas gentis observações, grande Cezar.

Sempre fico contente quando pinta algum (raríssimo) comentário no blog. Significa que quem cai aqui não o faz de para-quedas, eheheh.

Vou me esforçar para continuar inserindo conteúdo de interesse no blog e para fazer palestras pouco sonolentas no GC 2008... Te espero lá!

Grande abraço!